Entenda as fases de construção de um prédio

20 fev
Categorias: Curiosidades

igor-ovsyannykov-371079-unsplash

A construção de um prédio exige muitos estudos preliminares e uma estrutura segura, pois estamos falando de uma estrutura com vários andares, com apartamentos e corredores dispostos uns sobre os outros.

Abaixo, listamos passo a passo o desenvolvimento de uma obra de uma edificação, desde o processo de escolha de terreno e da criação do projeto arquitetônico até as etapas de acabamento e limpeza final da obra.

 Terreno:

A primeira – e também considerada por alguns como a mais importante – etapa, que definirá todo o futuro do projeto.

Nesta etapa, está incluso:

-      Definir uma média de preço de acordo com o m2cobrado pelos condomínios da região.

-      Fornecimento de água e energia.

-      Iluminação e pavimentação.

-      O tipo de energia do local 9monofásica, bifásica ou trifásica), pois certos equipamentos não são suportados pela energia monofásica.

-      Características do solo: é nesta etapa que se verifica a necessidade de realizar aterro ou compactação do terreno, fazendo também um orçamento de custos para tais processos.

-      Infraestrutura sanitária da região.

-      Segurança: um dos principais fatores que um futuro morador analisa antes de efetuar sua compra, por isso é fundamental que se verifique o índice de assaltos e demais ocorrências.

-      Posição nascente: verificarse a posição do terreno em relação ao sol favorece a iluminação dentro da residência.

-      Localização e o acesso em relação a serviços básicos e zonas comerciais.

-      Posição em relação ao acesso ao transporte público.

 O início da construção:

Deverá se construir um depósito para que se dê partida ao projeto, junto com a construção de um tapume. Deverão ser providenciadas, também instalações provisórias de água e energia para os funcionários, assim como lâmpadas e vasos sanitários.

Projeto de arquitetura:

Esta etapa é de extrema relevância para a aprovação do empreendimento por parte do cliente, pois é a partir dela que se desenvolvem futuras etapas como planejamento, construção e orçamento. É fundamental que se faça uma pesquisa por um escritório de arquitetura de confiança, para que se dê continuidade a processos como detalhamentos e criação de plantas, humanizadas e/ou tecnologia 3D.

Depois de pronto, o projeto deve ser levado à Prefeitura para, assim, ser aprovado ou não. Os critérios de aprovação estão de acordo com o código de obras de cada município. O processo é demorado: em cidades grandes a aprovação pode levar de 6 a 12 meses.

Projetos Complementares:

Apesar de serem chamados de complementares, tais projetos são de extrema importância. Após obter a aprovação da Prefeitura, deve-se tratarda contratação de projetos de estruturas, execução, instalações elétricas, esgoto, telefonia e internet.

Orçamento:

Para a elaboração do orçamento total deve-se procurar o projeto executivo, no qual estarão especificados todos os materiais necessários ao desenvolvimento da obra e o quantitativo desses materiais, podendo-se fazer o levantamento orçamentário deles. Atualmente há programas como TCPO WEB (Tabela de Composição de Preços para Orçamentos), que possibilitam fazer o orçamento de uma edificação de forma rápida e precisa.

Devem-se levar em conta,ainda, os gastos com a compra do terreno, projetos paralelos complementares e a mão de obra.

 Elementos Estruturais:

É agora que começa a construção da sustentação da edificação.A aplicação de forros, coberturas e esquadrias são o que irá garantir a integridade física do edifício, suportando todas as cargas que atuam nele.

Os forros são geralmente lâminas de madeira ou lajes pré-fabricadas colocadas nas estruturas do telhado ou das partes superiores da edificação, bem como as estruturas de cobertura. Esquadrias de madeira, metal e plástico são as portas, janelas, basculantes e outros itens que dão arremate à uniformidade da construção.

Tais estruturas são formadas por pilares, vigas, lajes, dentre outros componentes estruturais e podem serexecutadas em concreto armado, aço ou alvenaria estrutural. O tempo gasto nessa etapa é entre 40 e 50% do tempo total da obra.

Revestimentos, detalhamento estético e limpeza final:

Chegou o momento de implementar os acabamentos finais do projeto, sempre de acordo com o gosto do cliente. Tais acabamentos variam, como instalação de gesso, azulejos, porcelanatos, cerâmicas, carpetes, pisos, laminados, pedras decorativas e outros elementos de apelo estético.

É o momento quando também as superfícies são preparadas para receber vidros e a aplicação de tintas nas paredes, vernizes e pinturas de detalhes.

Agora o prédio está quase pronto para ser habitado, faltando apenas solicitar a ligação da rede elétrica, bombeamento de água canalizada e outras providências do tipo.

Com a documentação em ordem, o condomínio já poderá comercializar os apartamentos paras os futuros proprietários.

Gostou do artigo? Possui alguma dúvida referente ao assunto? Fale conosco: nós da Direções Consultoria temos prazer e orgulho enorme por manter uma excelente relação com nossos clientes!

Faça um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>